sgc>ucg>news

Home | Comportamento | Leis e Códigos | Mapa | Expediente


CONCORDÂNCIA: ADJETIVO ANTES DE SUBSTANTIVO

.

No jornal OPÇÃO de 3-9/12/2000, Periscópio ("Pleonasmo", A-33), estava escrito:
A revista tem circulação mundial, e evidentemente, dado as dimensões do Brasil, o artigo repercutiu bastante. (grifei)
1. A concordância nominal manda que o adjetivo esteja no mesmo gênero e número do substantivo a que se refere. Se houver substantivos de gêneros diferentes, recomenda-se o adjetivo no masculino plural, a menos que se queira fazer o adjetivo modificar apenas o último dos substantivos.
Levou cadernos comprados no xópin.
Enviou mensagens e livros recheados de palavras ternas.
Vestiu terno e gravata emprestados. (todos)
Ganhou sapato, camisa e gravata velha. (só a gravata)
2. Se o adjetivo estiver antes de substantivo ou substantivos, deve preferentemente concordar com o mais próximo.

Vejamos a frase acima: "dado" refere-se a "dimensões"; assim, deve flexionar-se no feminino plural, para concordar com "dimensões". Redação corrigida:
A revista tem circulação mundial, e evidentemente, dadas as dimensões do Brasil, o artigo repercutiu bastante.
Vejamos alguns exemplos:
acabada a festa, cada um se retirou para sua casa;
realizado o acordo e o aperto de mãos, todos se abraçaram;
feitas as contas e a escrituração da casa, resolvemos comprá-la;
eleito o presidente, senadores, deputados federais e estaduais, a democracia entrou de férias;
mortos os inimigos e seus comandantes, sobraram só amigos.

(Colaboração: Professor Nilton Mário Fiorio, do Departamento de Letras da UCG)

Voltar | Imprimir    


Copyright © 2001 UCG - Universidade Católica de Goiás - Brasil